A mente engana. Nada do que ela diz ser realmente é.

As respostas que faltam estão todas presas em um porão que você nem imagina possuir. Escuro e lotado de coisas que você não se dá conta (mas sente falta), o quartinho do diabo é a saída para a sua redenção. Para isso, você só precisa descobrir como chegar lá dentro.

Ao contrário do que possa parecer, o porão do inferno pessoal não está isolado, perdido. Ele é o lugar favorito no mundo para colocar as pessoas que você ama. O pequeno espaço guarda grandes frustrações. Você não se dá conta delas, mas quem você ama as sente na pele. Ao reprimir um sentimento, você projeta na pessoa amada o sentimento reprimido em forma de acusação, negação, desilusão.

Assim como um projetor faz com que a película seja reproduzida em uma tela de cinema, quem recebe a projeção sente que o filme não é sobre a vida dela. Não há escolha, a não ser sentir o que o outro não quer. A mente recebe uma carga excessiva de problemas que não lhe pertencem, enquanto o outro só quer livrar a cabeça dos próprios erros.

Saia do porão. Fuja, antes que viver neste quarto escuro seja a única alternativa. Quem ama, busca conforto no ser amado. Quem ama e não sabe amar, entrega angustia e espera receber redenção em troca.

Leia também...