Nunca diga “meus pêsames”. Não diga que está triste por alguém que se foi, sendo que não está realmente. Se a pessoa representou pouco ou quase nada para você, oferecer condolências é hipocrisia, e não existe nada mais hipócrita do que a morte, que finge estar longe só para te levar a qualquer momento. Quando alguém parte para um outro plano, o plano de quem fica nesse é sofrer em um primeiro momento, sentir saudades no segundo e praticamente esquecer que a pessoa se foi na última etapa. O melhor a se fazer é trocar o seu falso pesar por algo que realmente tenha peso no momento, como um abraço, um ombro, ouvidos ou silêncio. Ofereça ajuda psicológica, mas nunca palavras que não fazem sentido para você. Quem perde alguém de verdade não vai querer meia dúzia de mentiras. Em vida, viva pelo o que você deve fazer, não dizer.

Leia também...