Tudo e Sobre o Que Voce Nao Ve - Um sentimento por dia

Não é sobre o que estamos falando ou o que você está vendo, é sobre o que está implícito, inconsciente. Assim como o carro que acabou de passar na rua não desapareceu para sempre, o que você viveu até agora também não. O carro que some está em alguma rua, garagem ou concessionária. Todas as suas experiências e vivências estão guardadas em algum ponto dentro de você. Assim como buscar um carro aleatório que você viu na rua, buscar uma informação no inconsciente pode ser tão difícil quanto. Não basta buscar, é preciso relembrar do momento em que viveu a informação, ou que viu o carro. Ao contrário do carro, que é irrelevante em sua vida, ter ciência de algo que está em seu inconsciente pode ajudar a responder perguntas até então sem respostas. Todas as manias chatas, o seu estilo de vida, os seus gostos para comida e o modo com que você se relaciona estão ligados às informações que fazem parte de uma área do seu consciente que é pouco explorada. Ao descobrir como acessar o inconsciente, você notará que não é sobre o que estamos falando ou o que você está vendo, mas é sobre o carro que passou desapercebido em sua vida e a mudou completamente, para sempre.

image

Eu gosto das desavenças. Os acordos não me ensinam nada, mas o contrário sempre me faz refletir. Me encontrar nos erros faz com que o futuro seja cheio de acertos. Eu gosto de refletir sobre os problemas, sobre a dor, sobre o contrário. Eu gosto do equilíbrio, independente do peso que a minha balança precise carregar.

image

O inconsciente coletivo ainda vai te matar. Pensar que tudo o que falam, gargalham e cochicham é sobre você é imaginar que Deus criou o mundo só para que você pudesse existir. Deus pensa em você, o mundo não. Se pensa que tudo é sobre si próprio, os outros também pensam igual. E tudo é um grande pensar sobre, mas nunca sobre o outro.

Se os seres pensassem tanto no outro quanto você imagina que pensam sobre você, não existiriam mais guerras, fome e problemas universais. Se o universo é mesmo feito de opostos, a empatia dominaria e nesse caso todos deixariam de pensar em você e pensariam sobre assuntos que realmente importam.

As pessoas não tem tempo para pensar sobre a sua vida, porque você ri de forma estranha ou que tem uma sobrancelha mais levantada do que a outra. Elas passam tempo demais sofrendo por pequenas circunstâncias que consideram problemas. E, quando falam sobre você, é por apenas um minuto, um momento ínfimo que não representa nada na vida delas. Assim como não deveria representar algo na sua.

Você não nasceu da mesma mãe, do mesmo cordão umbilical e tirando a mãe natureza, as mães não são coletivas. Logo, o seu umbigo não é o centro do mundo.

Você faz parte do universo, o universo não faz parte de você.