O nosso fim foi sorte. Foi sorte que acabou antes de que a gente acabasse com o melhor de nós que construímos ao longo do tempo. Provavelmente eu não sobreviveria sem os seus fragmentos na minha personalidade, no meu modo de agir.

Tudo bem você ir, a gente vive pelas despedidas. Se não fosse o som do adeus saindo da sua boca, seria o som do adeus da morte. E eu prefiro mil vezes ver você me deixar do que saber que você não existe mais nessa vida.

A dor vai passar. Vai passar pois uma hora vamos entender que a nossa felicidade não dependia de ambos, mas só de nós. Vamos aprender a nos amar mais, ainda que a gente passe alguns momentos do dia pensando no amor que só o outro sabia oferecer.

Pode ir, para sempre.

Você pode dizer adeus à minha vida, mas jamais ao meu coração.

Leia também...