Aceite, é normal sentir inveja. Por mais que seja um sentimento triste e mesquinho, é normal querer algo que o outro conquistou ou querer conquistar algo que se viu por aí. A inveja pode ser para sempre inveja, ou pode se tornar um parâmetro para o sucesso.

Como tudo tem dois lados, a inveja é, por sua natureza, negativa. Ela puxa do outro algo que você gostaria de ter, ainda que não queira de verdade. Ao se sentir menosprezado por algo que alguém conquistou, automaticamente você estará puxando a energia da conquista do ser invejado. Essa energia, além de contaminar o outro, toma conta de você. Ela te deixa cego por um objetivo que não é seu, mas que, devido ao sucesso do outro, você gostaria que fosse. O invejoso inveja por invejar, o ambicioso inveja para se motivar.

Contudo, a inveja pode ser uma força transformadora, caso você consiga enxergar o bem. A inveja é o combustível para a motivação, para atingir um objetivo, para chegar a um ideal. É normal sentir inveja, desde que  não se contamine por ela. Se você tem um sonho e o outro atingiu primeiro, isso não significa que não atingirá o seu, apenas que o caminho dele foi diferente do que você traçou. Ele não tem mais merecimento e você menos. Se você tem um objetivo claro e deseja com toda força, uma hora o que um dia foi inveja se tornará realização.

Se for para sentir inveja de alguém, sinta de si próprio.

Leia também...