Vou me perdoar. Vou me abster de cada pedaço sujo da minha alma, consumida pela minha impulsividade. Vou absorver cada pedaço da minha mente que se pune ao lembrar que se rende aos desejos e fetiches. Vou parar com o autoflagelo, com a punição física e mental e me render a realidade. Vou aceitar meus erros e me entregar a eles. Vou parar de fugir e me enfrentar. Vou me dar a redenção.

Leia também...