Terminei como comecei.
Sem saber se daria certo.
Veja, eu consegui.
Veja, sou concreto.

Do nada vem uma ideia.
Da energia vem o que
espero.
Converti o medo do que
não tinha em certeza.
Reverti a expectativa
do longe
para perto.

E mesmo sem saber
que eu continue assim.
É dessa fonte que eu
quero beber.
É desse desejo
que espero o
sim.

Toma meu rumo,
dirige a minha força.
Me guiando em
em seus caminhos
conduzo
certeza
da esperança.

Segura o meu volante,
troca a marcha da
minha insegurança.
Sem você não tenho
porque seguir
adiante.
Sem você não tenho
porque conduzir
à bonança.

E se eu me perder,
siga em minha estrada.
Perdido eu encontro o
rumo,
mas sem você
eu não sou nada.

Tenho poucas certezas
e uma delas é
que gosto
de você.

Me ajude a ter mais certezas,
me ensine a não te perder.