as certezas da inseguranca - um sentimento por dia

Me levo para lados incertos, na esperança de me encontrar nas brechas das dúvidas. Corro por caminhos estreitos, para me equilibrar mais fácil no percurso. Duvido de mim e das minhas dúvidas, como se as novas fossem me proporcionar mais saber.

Eu tenho medo de acreditar. Tenho medo de imaginar que vai dar certo, cogitar que serei feliz, encontrar a calmaria. O meu pessimismo é ciumento e só deseja o pior para mim. Ele tem medo de que algo possa me devolver o rumo, sendo que o destino é me perder dentro de mim.

Não sou inseguro, só não sei o que fazer comigo.

o adeus que nao deixa - um sentimento por dia

O nosso fim foi sorte. Foi sorte que acabou antes de que a gente acabasse com o melhor de nós que construímos ao longo do tempo. Provavelmente eu não sobreviveria sem os seus fragmentos na minha personalidade, no meu modo de agir.

Tudo bem você ir, a gente vive pelas despedidas. Se não fosse o som do adeus saindo da sua boca, seria o som do adeus da morte. E eu prefiro mil vezes ver você me deixar do que saber que você não existe mais nessa vida.

A dor vai passar. Vai passar pois uma hora vamos entender que a nossa felicidade não dependia de ambos, mas só de nós. Vamos aprender a nos amar mais, ainda que a gente passe alguns momentos do dia pensando no amor que só o outro sabia oferecer.

Pode ir, para sempre.

Você pode dizer adeus à minha vida, mas jamais ao meu coração.

estafa - um sentimento por dia

Consumindo o mundo
sem tempo para pensar,
estava.

Dormindo profundo
acordou para se lamentar,
estafa.